Promover os Estudos e as Práticas de Economia Social e de Capital Social no Ensino Superior

English

Español

Twitter: @YSJSocialEcon

As instituições de ensino superior têm o dever de questionar qualquer abordagem instrumentalista e reducionista que limite a capacidade dos professores e dos estudantes para aprender, estudar e investigar com o objetivo de transformar as suas próprias vidas, e as da sua comunidade, para o bem comum. Se o ensino superior quer continuar a ser relevante necessita de rever os seus fundamentos, os seus propósitos e currículos que deveriam considerar outros modelos económicos e as suas filosofias do ponto de vista de uma abordagem centrada no Homem, considerando o seu bem-estar assim como a criação de riqueza.

Economia social: a riqueza da diversidade conceitos e práticas. Colóquio de encerramento do projeto Erasmus Mundus Relatório final colóquio (PDF 8.3MB)

Sobre o projeto Erasmus Mundus (2012-2015)

Cookie Settings