Projetos

Projetos em curso

No momento, há two projetos em curso:

  1. Promover o acesso à formação profissional no domínio agrícola à jovens das comunidades rurais dos Sectores Nhacra e Safim e zonas  peri-urbanas de Bissau.
  2. Escola de Promoção Agro-Pecuária

Este projeto é realizado em parceria com Instituto de Estudos de Políticos para a América Latina, Ásia e África (IEPALA) e apoiado pela Obra Social "La Caixa" e visa a formação profissional nas áreas de agricultura e pecuária;

Este projeto é realizado com o financiamento da União Europeia através do programa UE-PAANE e visa, também, a formação profissional no domínio agropecuário a implementar no Sector de Nhacra.

 

Projetos concluídos

Entre 2003 e 2008, a FED dedicou-se mais ao apoio ao ensino básico e à educação da infância, no sector de Safim e em Bissau. No campo das infra-estruturas reabilitou, construiu e equipou um total de 23 salas de aula, uma residência para professores, dois espaços multifuncionais para apoio às actividades culturais e desportivas das escolas de Djaal e Intingle e para as actividades de iniciativas das respectivas comunidades.

Uma realização importante nesse período foi a execução do Projecto “Melhorar a Educação da Infância na Guiné-Bissau (MEI-GB), entre 2003 e 2007 no âmbito de um Protocolo de Cooperação celebrado com a Universidade de Aveiro (UA). As acções desenvolvidas incluíram formações, actividades práticas, elaboração de orientações para a educação da infância. O projecto que envolveu três grupos de supervisão, 14 jardins-de-infância e um total de 36 educadoras, teve bons resultados em termos de mudança de atitudes e comportamento das educadoras face à organização dos Jardins e à educação das crianças.

Outros resultados visíveis do mesmo projecto foram a criação de um Centro de Recursos Educativos para a educação Pré-escolar e Básica num dos maiores Jardins de Bissau. O Centro é apetrechado com importantes suportes bibliográficos e lúdicos adquiridos ao cabo de uma campanha de solidariedade promovida por instituições congéneres de Aveiro e Coimbra, sob a coordenação da Prof. Doutora Gabriela Portugal, do Departamento de Ciências da Educação da Universidade de Aveiro e um Mestrado em “Activação do Desenvolvimento Psicológico” no âmbito do Projecto MEI-GB.

Desde 2008 a Fundação vem desenvolvendo ações de apoio aos produtores, em especial mulheres hortifruticultores e aos criadores de gado em 12 comunidades dos sectores de Safim e Nhacra, através da organização dos mesmos em torno de associações, de formação teórico/prática aos membros das associações em matéria de técnicas modernas de produção agropecuária, de apoio material e técnico às associações e de seguimento sistemático das mesmas nos seus campos de trabalho. Foram organizadas 24 associações de horticultores com um total de 1690 membros, na sua maioria esmagadora mulheres que representavam 95% dos efectivos.

Para tornar as acções mais estruturadas e aumentar a sua eficácia, a FED dotou-se de um espaço em Nhacra que denominou “Centro de Formação e Produção de Nhacra Teda”, instalado num limitado espaço de 5,5ha. Foi a partir desse centro que a FED executou, em parceria com o IEPALA (Instituto de Estudos Políticos para América Latina e África e com financiamentos da AECID (Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento) dois importantes projectos nos domínios de agricultura e pecuária, visando, no fundo, contribuir para a segurança alimentar em doze comunidades dos sectores de Safim e Nhacra.

O primeiro projecto intitulado ”Desenvolvimento do tecido produtivo em Safim através da formação e organização da população e diversificação da produção local”, foi executado entre 2008-2010. O Projecto tinha como objectivo geral contribuir para melhorar o índice de desenvolvimento humano das comunidades rurais e peri-urbanas do Sector Autónomo de Bissau e dos sectores de Biombo e Oio. Como objectivos específicos, a criação de oportunidades de formação técnico-profissional de qualidade nas áreas agropecuárias e a promoção de conhecimentos práticos aplicáveis na área da produção agropecuária e dirigida aos jovens das comunidades beneficiárias; fortalecer as capacidades locais para se conseguir uma efectiva transferência de conhecimentos horizontal e participativa entre as diferentes instituições de formação e unidades de produção agropecuária do país.

As linhas de acção eram três: i) Mobilizar e organizar as comunidades em torno de diversificação e valorização da produção local; ii) Melhorar a formação dos jovens nos domínios agropecuário de maior incidência na região; iii) Aumentar a capacidade produtiva das comunidades beneficiárias.

O segundo projecto “Reforço do Sector Agro-pecuário de Safim e Nhacra em matéria de organização e capacitação das suas comunidades e de acesso ao recurso hídrico, foi executado entre 2010-2012. O projecto visava contribuir para a melhoria das condições socioeconómicas dos sectores de Safim e Nhacra, através de fortalecimento das capacidades em diversos aspectos relacionados com o desenvolvimento da actividade agropecuária em doze comunidades, sendo dez de Safim e duas de Nhacra.

As linhas de acção eram cinco: i) Consolidar a organização das comunidades em torno de diversificação e valorização das culturas locais; ii) Melhorar a capacidade produtiva dos membros das associações no domínio da horticultura e fruticultura; iii) Mobilizar e organizar os criadores de gado das comunidades em torno da melhoria da produção animal; iv) Melhorar o acesso à gestão de água para fins agropecuário nas comunidades beneficiárias; v) Realizar um programa de alfabetização com enfoque nos direitos das mulheres pertencentes às associações hortícolas e de criação de animais.

Cookie Settings